Geologia, Flora, Fauna

Geologia

 

A vila de Monchique (458m.) encontra-se num desfiladeiro entre os picos da Fóia (902m.) e da Picota (774m.). Ambos os picos são de origem vulcânica (o que explica as águas termais quentes das Caldas nascendo a 32ºC.). Consistem de um tipo raro de Sienite chamada Fóiaite (um tipo de granito). Os Xistos predominam nas zonas mais baixas.

               

A Flora

 

A terra é geralmente ácida em Monchique. A vegetação original na Fóia consiste em Tojo, Adelfeiras, Azevinhos, Medronheiros e todos tipos de Rododendros e Urzes. Uma grande parte dos Castanheiros e dos Sobreiros que eram naturais a esta Serra foram infelizmente substituídos nas últimas décadas por plantações extensivas de Eucaliptos e Pinheiros para um lucro rápido. Esta atitude de vistas curtas está agora a ser revertida lentamente.

               

A Fauna

 

A Serra de Monchique abriga várias espécies interessantes e raras (sem falar dos estrangeiros que lá vivem) o que fez que esta área fosse classificada como zona protegida no ámbito do projecto de Biotopos Corine'. Para os especialistas, damos aqui a lista oficial dos animais autóctones:

 

MAMÍFEROS:

Mustela putoris

Lutra lutra

Genetta genetta

Herpestes ichneum

Felis silvestris

Lynx pardina

 

AVES:

Milvus migrans

Circaetus gallicus

Hieraaetus pennatus

Streptopelia turtur

Caprimulgus europaeus

Dendrocopus minor

Galerida theklae

Lullula arborea

Anthus campestris

Phoenicurus phoenicurus

Sylvia undata

Sylvia hortensis

Ficedula hypoleuca

Cyanopica cyana

 

ANFIBIOS & RÉPTEIS:

Salamandra salamandra

Triturus boscai

Alytes cisternasii

Discoglossus galganoi

Pelobates cultripes

Bufo bufo

Bufo calamita

Hyla meridionalis

Rana perezi

Mauremys leprosa

Hemydactylusturcicus

Blanus cinereus

Lacerta schreiberi

Pocarcis bocagei

Podarcis hispanica

Psammodromus algirus

Psammodromus hispanicus

Chalcides bedriagai

Coluber hippocrepis

Elaphe scalaris

Macroprotodon cuccullatus

Vipera latastei

Share